20 junho 2011

Mal me quer.

Tumblr_lmuzd69t2y1qjvr4to1_500_large

Teus olhos e teus cabelos negros, misturavam-se com a noite ao nosso redor. Tua voz tão calma e doce quanto a melodia, serena, de uma das canções que eu gosto de ouvir.
Tudo é paz. E eu, que já não sei mais se é real ou se é sonho, me perco em ti mais uma vez. Pobre de mim, que deixo-me iludir por teu sorriso. Pobre de mim, que largo de mão a minha própria vida, para ter teus lábios perto dos meus.
Meu coração burro, insiste em me torturar. Meus olhos tolos, teimam em me iludir. E eu, assim, vou me perdendo cada vez mais no tempo.
Minha decadência é obvi. Minha alegria é passageira. E quando a noite se estaciona próxima á mim, e você se encontra longe, o coração no peito se gela, a respiração falta, a pele empalidece, e a vida, esvaindo-se, tranquila, fina, rápida acaba.
Meus lábios do vermelho mais intenso, agora, se encontram roxos como o chumbo.
E meu sonho de bem viver, vira infortunio. Teus olhos e teus cabelos negros, misturavam-se com a noite ao nosso redor. A noite em que foi-se. Tua voz tão calma, tentava diminuir meu sofrer, tentava saciar meu pranto, e cantastes a doce melodia do partir, enquanto eu estava presa á morte que me fizestes seguir.
E sorriu, ao ver-me agonizar fechando os olhos, o mal ganhou-me, o mal me quiz.

By: Iasmyn
UmCheiro!
UmBeijo!

Um comentário:

Juuh disse...

Oie,
tem uma tag pra vooc lá no meu Blog

www.oestranhomundodealineejuuh.blogspot.com

Solte sua criatividade!

!-- Inicio do codigo de navegacao -->